Alunos do INF são premiados como destaques universitários

Consuni 2017 foto geral
 
Durante a última a reunião do Conselho Universitário (Consuni) do ano foi realizada um premiação com os destaques universitários de 2017. No evento, foram premiados aqueles que se destacaram na academia, bem como todo trabalho desenvolvido pela Universidade Federal de Goiás em prol da ciência, pesquisa e inovação. O INF foi homenageado por meio de três projetos, todos desenvolvidos por alunos e professores do instituto. 
 
Na categoria Prêmio UFG de Iniciação Científica, o aluno Rafael Assis conquistou o prêmio com trabalho “ Códigos identificadores em alguns produtos cartesianos de grafos”, orientado  pela  professora Márcia Capelle. Para os destaques nessa categoria foi concedido um certificado de reconhecimento, além da publicação do trabalho desenvolvido no livro “Melhores Trabalhos de Iniciação Científica –2016/2017”, editado e publicado pelo Centro Editorial e Gráfico da Universidade Federal de Goiás. 
 
 
Já na categoria Certificado de Reconhecimento Consuni, destinado aos estudantes, servidores, docentes, técnico-administrativos que se destacaram por receberem prêmios locais, nacionais e internacionais, o INF foi premiado com dois projetos.
 
O primeiro projeto, cujo o tema é “Bone Age Challenge (Desafio das Idades Ósseas), foi concedido pela Sociedade Americana de Radiologia. A equipe, composta pelos alunos Lucas Araújo, Larissa Vasconcellos e Rafael Teixeira conquistou a terceira colocação geral no Desafio Mundial de Inteligência Artificial, sob a orientação do professor do Instituto de Informática, Anderson Soares.
 
Os alunos Bryan Lincoln, Gabriel Messias, Luan Guedes, Lucas da Silva, Marcos Vinícius Rodrigues e Vinícius de Araújo receberam o premio de Campões Latino-Americano de Robótica (LARC -2017). A premiação foi realizada pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC) e também foi reconhecida como destaque em ciência pela Universidade Federal de Goiás.
 
Parabéns a todos homenageados e premiados do INF, todo esforço conjunto entre alunos e professores vêm transformando o instituto em referência em informática não só em Goiás, como em todo país. 
 
 
 
Fotos: Ascom UFG / Sérgio Carvalho
Texto: Mariana Rodrigues Moreira